criar-reserva-financeira

Dicas simples para criar uma reserva financeira de emergência

Fabio Vilarino

 

Você passa por problemas financeiros toda vez que algo inesperado acontece na sua vida?

Provavelmente, você está gastando mais do que deve e acaba passando por aperto toda vez que precisa pagar alguma despesa não prevista.

Mas, não se preocupe, é para isso que a reserva de emergência existe e hoje vamos falar tudo que você precisa saber sobre ela.

Qual a importância de uma reserva financeira?

pilha de pratas em cima de notas de dinheiro

Se você é um barbudo de responsa e não quer perder metade dos seus fios de cabelo quando passar por algum perrengue financeiro, você precisa de uma reserva de emergência para poder se deitar na cama e dormir tranquilamente todas as noites.

A reserva de emergência é uma quantia de dinheiro equivalente a 6 meses do seu custo de vida atual. Essa quantia deve ser guardada em algum fundo de fácil acesso, onde você possa retirar o dinheiro de imediato.

A ideia de se ter uma reserva de emergência parte do pressuposto de que não sabemos o dia de amanhã e, por isso, devemos sempre ter um dinheiro guardado para eventuais emergências.

Isso evita que o endividamento, pois, se algo grave acontecer, como perder o emprego ou algum acidente que nos deixe incapacitados de trabalhar, nós teremos esse dinheiro para recorrer, ao invés de recorrer aos empréstimos.

Assim, conseguimos ter folga para buscar soluções para nossas crises, sem precisar agir por impulso. Por exemplo, se por algum motivo você perder o emprego, você não precisa aceitar qualquer trabalho de imediato para se sustentar, podendo procurar um novo emprego com calma.

Se você é empresário ou autônomo, isso é muito mais importante, pois suas finanças não tem uma estabilidade devido a variações de vendas e clientes.

Como planejar a sua reserva de emergência

homem mexendo no notebook em cima da mesa

A primeira coisa é saber quanto dinheiro precisa para bancar suas necessidades básicas, ou seja, suas contas fixas.

Se você não sabe, comece usar algum aplicativo para controlar suas finanças. Eu recomendo o Guiabolso por ser ideal para preguiçosos já que ele importa o extrato do seu banco automaticamente e ainda coloca categorias sozinho.

Depois, você vai multiplicar este valor pela quantidade de meses que você quer ficar coberto em uma emergência.

Isso vai depender da sua estabilidade. Se você é um empregado tradicional ou servidor público, cria uma reserva de 3 meses. Já se você é um autônomo ou pequeno empresário, você precisa de 6 meses.

Por exemplo, um empregado que gaste 2.000 reais todo mês para pagar as contas fixas deve juntar 6.000 reais na sua reserva de emergência.

Ela deve ficar guardada de uma forma que você não fique tentado a usar toda hora, mas também que tenha rendimento, baixo risco e liquidez imediata (sacar em até 1 dia).

O recomendado é usar uma corretora e criar sua reserva no Tesouro Direto SELIC.

Tem dificuldade em juntar dinheiro?

homem sem dinheiro nos bolsos

Para muitas pessoas juntar dinheiro é mais difícil do que muitas outras coisas.

Se você é daqueles que torra todo o dinheiro que você ganha, talvez esteja na hora de rever suas finanças.

E se gasta mais do que recebe, então a situação é pior ainda.

A coisa mais importante é saber quanto recebe e gasta. O uso de aplicativos como falei acima ajuda muito.

Com base nisso você começa a ver onde pode cortar totalmente ou substituir por alternativa com menor custo.

Comece devagar até chegar ao ponto que você gaste no máximo 80% do que recebe.

O que é uma emergência? Quando usar sua reserva?

carro antigo quebrado

Definir o que é uma emergência vai evitar que você gaste este dinheiro para outras coisas, principalmente no final do ano com presentes e impostos.

Alguns exemplos que você pode escolher como emergência:

  • Roubo de algum objeto que precisa ser reposto rápido;
  • 1 mês sem novas vendas ou clientes;
  • Demissão do trabalho;
  • Despesas com advogado se você for processado;
  • Remédio ou doença que seu plano de saúde não cobre;
  • Acidente de carro ou similar;
  • Quebra de ferramenta que você usa para trabalhar (como notebook)

Gostou deste artigo? Não deixe de compartilhar com todos os seus amigos.

O post Dicas simples para criar uma reserva financeira de emergência apareceu primeiro em Blog Barba Brasil.

Adicione um Comentário